Mateus Souza

Conversas sobre desenvolvimento web

Categorias »

Dicas

Categoria | 14 posts usam esta categoria.

Quem não quer ouvir uma dica? Dicas que podem até salvar o seu dia :)

Tuild – Um Construtor / Compressor de Peso!

6

Depois de muito tempo sem postar nada no blog, hoje venho trazer uma ferramenta que criei usando NodeJS. Nada mais, nada menos do que o “Tuild” – uma junção das palavras “this & build”.

O Tuild é um construtor/compressor (em inglês: build/minifier) para CSS, HTML e JS. Se ainda não caiu a ficha, o Tuild é uma alternativa – elegante – para:

Enfim, o Tuild é um “tudo em um”, com mais opções (suporte a HTML por exemplo). O motivo da criação do Tuild é exatamente esta: ter um construtor e compressor simples, porém avançado e central, atendendo as principais necessidades de qualquer projeto web.

Localhost no Parallels Desktop ou Vmware – MAC OSX

0

Um dos principais problemas do MAC OSX, é que não tem o bendito do Internet Explorer. Para nós que somos desenvolvedores web isso é um problema muito sério, porque desenvolver um website e não testar no IE é declarar falência :).

Por isso e por outros motivos, há aplicativos como o Parallels Desktop, Vmware ou até mesmo Virtual Box, que “emulam” o Windows e outros OSs, deixando no IE ao nosso alcance… Até ai tudo bem… o problema agora é que o servidor local (disponível no MAC) não funciona no Windows, ou qualquer outro OS virtualizado, porque não há uma “integração” entre ambos neste sentido. Vamos resolver isto agora!

1º Passo – Criar uma Conexão de IP Para as Máquinas Virtuais Acessarem

No OSX, abra as Preferências do Sistema, e vá em Rede. Há uma lista de redes disponível (provavelmente você verá apenas uma rede disponível), como na imagem abaixo.


Descubra Quais Arquivos do Template Estão Sendo Carregados em Sua Página WordPress

0

Por vezes, surge uma dúvida bem básica no desenvolvimento/alteração de templates do WordPress, principalmente quando é feito download de temas grátis ou até mesmo pagos. O grande problema é ter a necessidade de alterar alguma parte do layout, mas não saber qual é o arquivo (no template é claro) que precisa ser alterado… Hoje você irá acabar com esse probleminha, com um pequeno “hack”:

A brincadeira

Com sua instalação wordpress em mãos, vá para o caminho /wp-includes/ e edite o arquivo theme.php. Navegue até a linha 1079 ou encontre a função load_template(), é nela que faremos nossa brincadeira.

Dica Rápida – Requisições Ajax Avançadas com jQuery

4

Hoje vou mostrar uma dica rápida e avançada que pode te ajudar a manter seus sistema mais seguros, quando se trabalha com Ajax. Irei desenvolver encima do PHP e do jQuery, mas a dica vale para qualquer biblioteca (PHP, ASP…) e framework (jQuery, Mootools…), inclusive se for na mão mesmo, sem framework.

Quando o jQuery faz uma requisição em Ajax, é passado um cabeçalho header com a seguinte variável:

$_SERVER['HTTP_X_REQUESTED_WITH']

E a partir dai, muita gente faz até uma função para checar se a requisição é ajax e alterar o comportamento do sistema de acordo com o resultado:

/**
 * Checa se é uma requisição em ajax através do cabeçalho header
 * @return boolean
 */
function checkAjax(){
	return (isset($_SERVER['HTTP_X_REQUESTED_WITH']))? TRUE : FALSE;
}

Até ai tudo bem… mas o que quero mostrar é porque que com o jQuery, há esse cabeçalho adicional, e como podemos adicionar novos cabeçalhos com Javascript. Vamos lá:

Resolvendo Problema de Escopo de Variáveis PHP

1

Por mais que tenhamos conhecimento de como funciona o PHP, as vezes, nos deparamos com alguns problemas que acabam com nosso dia. Realmente não há jeito melhor do que contar com a experiência de quem já passou por isso para se chegar a solução desejada. Hoje vou explicar como funciona o escopo das variáveis em PHP, e já dar algumas dicas para evitar problemas futuros.

Escopo de váriáveis é o termo usado para definir o contexto em que uma determinada variável está inserida. Por padrão, as variáveis tem o escopo no “modo” global (fora de funções e métodos). Há dois contextos:

  • Global – Como o próprio nome já diz, é global, ou seja, atige toda a programação (com algumas restrinções).
  • Local – Retringe-se ao local onde está inserida. Aplicado por padrão em funções. Não dá para se usar uma variável de uma função em outra função por exemplo.

Agora que você já tem idéia do escopo de uma variável, vamos entrar em alguns detalhes:

Todas as Categorias